CRAS de Mesquita certificam mais de 200 usuários em oficinas de beleza

Inscritos fazem parte dos Centros de Referência de Assistência Social do município.

Os certificados em oficinas de Cílios e Sobrancelhas, Arte em Unha, Barbearia e Tranças. Divulgação

Os usuários das oficinas de beleza dos CRAS de Mesquita concluíram mais uma etapa. Depois de três meses de dedicação e trabalho, eles puderam receber o certificado de participação nas atividades, no dia 11, no Espaço Convive. Os mais de 200 inscritos foram certificados em oficinas de Cílios e Sobrancelhas, Arte em Unha, Barbearia e Tranças.

CRAS de Mesquita

Atualmente, Mesquita conta com seis CRAS. Cada um possui sua própria agenda de atividades. Para se inscrever, o morador precisa comparecer ao equipamento mais próximo de sua casa e apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência. Além de oficinas, o morador também pode buscar serviços e atendimentos assistenciais.

CRAS Chatuba – Rua Adolfo de Albuquerque, 398.
CRAS Banco de Areia – Rua Bicuíba, 48.
CRAS Juscelino – Av. São Paulo, 465.
CRAS Rocha Sobrinho – Av. Coelho da Rocha, 1426.
CRAS Santa Terezinha – Rua Hélio Mendes do Amaral, 220.
CRAS Santo Elias – Rua Cesário, 659.

Nova Iguaçu lança projeto de acolhimento a vítimas de violência

Atendimentos serão feitos nos CRAS e CREAS, de segunda a sexta, das 9h às 17h.

Vítimas da chacina de 2005 foram homenageadas. Foto: Renato Fonseca/Divulgação

Na data em que se comemorou o Dia Internacional dos Direitos Humanos, a prefeitura de Nova Iguaçu lançou importante projeto de acolhimento de vítimas de violência e seus familiares. A partir de agora, pessoas que sofrem com as consequências de qualquer tipo de violência, seja ela física ou psicológica, podem buscar atendimento em uma das dez unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) ou nos quatro Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

“Discutir a garantia dos direitos humanos é ter uma sociedade mais justa”, afirmou a secretária de Assistência Social de Nova Iguaçu, Elaine Medeiros.

Em parceria com a Universidade Federal Rural de Nova Iguaçu, os funcionários da Secretaria Municipal de Assistência Social foram capacitados em cursos de qualificação para atender as vítimas de violência. O Fórum Grita Baixada Fluminense e a Rede de Mães em Ação participaram do seminário.

Durante o lançamento do Núcleo, as 29 vítimas da chacina da em Nova Iguaçu e Queimados, em março de 2005, foram homenageadas pelos participantes do evento.

%d blogueiros gostam disto: