Campanha por direitos da criança e do adolescente começa com caminhada e ações nas unidades de saúde de Nova Iguaçu

A ação foi a primeira ação para a campanha 30 Dias de Ativismo em prol da Criança & Adolescente, que vai até 16 de junho.

O ato terminou com coração formado por crianças e jovens. Fotos: Mário Marques/PMNI  

Da Assessoria de Imprensa – Nova Iguaçu começou hoje uma série de eventos que vão debater os direitos da criança e do adolescente. Nesta quarta-feira (18), a Prefeitura celebrou o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes com uma caminhada pelo Centro da cidade. A ação foi a primeira ação para a campanha 30 Dias de Ativismo em prol da Criança & Adolescente, que vai até 16 de junho, com o objetivo de chamar atenção para a luta contra a violência e exploração sexual de meninos e meninas e contribuir para o combate ao trabalho infantil.

Representantes do Conselho Tutelar, do Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente, de equipamentos da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), como os CRAS e CREAS, além de projetos do órgão, como o PIPAS (Primeira Infância Protegida na Assistência Social), e de diversas instituições se reuniram na Praça Rui Barbosa, no Centro. De lá, o grupo seguiu pelo Calçadão e gritou palavras de ordem exigindo respeito aos direitos da criança e do adolescente. Além da caminhada pelas ruas do Centro, o ato se repetiu em outras quatro regiões da cidade.

O ato terminou no Paço Municipal, sede da Prefeitura de Nova Iguaçu, onde os adultos participantes se uniram em um abraço simbólico ao redor das crianças e jovens, que formavam um coração.

Programação

A programação completa da campanha 30 Dias de Ativismo está no site da Prefeitura de Nova Iguaçu, na página da Secretaria Municipal de Assistência Social. Clique aqui para acessar.

Saúde e prevenção

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes também foi celebrado no Hospital Geral de Nova Iguaçu. A Classe Hospitalar da unidade, setor onde as crianças podem dar continuidade aos estudos durante a internação, promoveu uma palestra sobre violência sexual sofrida por menores e fez um trabalho de conscientização junto aos pais, responsáveis e acompanhantes dos pacientes.

As unidades municipais de saúde também irão abordar temas relacionados aos direitos da criança e do adolescente. Ao longo de todo o mês serão promovidas ações, junto aos menores, seus pais e responsáveis, que têm como objetivo ajudar a identificar e prevenir casos de abuso e exploração sexual infantil. O público-alvo participará de rodas de conversas e atividades como contação de histórias, jogos online, teatro, leitura de textos e poesias, músicas, filmes e debates.

Cinema e diversão

Na quinta-feira (19), a Secretaria Municipal de Governo (SEMUG) de Nova Iguaçu, em parceria com o cinema Kinoplex Iguaçu Top, vai realizar uma ação social para cem crianças das casas de acolhimento do município. Elas vão assistir, gratuitamente, o filme Sonic 2. Além disso, também poderão se divertir no espaço de lazer destinado às crianças no TopShopping, em parceria com o Game Point, Rally Kids e Pula-Pula Florestinha.

MPRJ vai investigar carência de professores na rede estadual de ensino

Inicialmente, estima-se uma carência de 7 mil professores na rede estadual, podendo este número ser superior, a depender da apuração. 

Colégio Estadual Rui Barbosa, em Caxias. Foto: Redes sociais

Por MPRJ – O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Proteção à Educação, instaurou inquérito civil para apurar a falta de professores e de profissionais de apoio na rede estadual de ensino. Inicialmente, estima-se uma carência de 7 mil professores na rede estadual, podendo este número ser superior, a depender da apuração. 

A Promotoria de Justiça vai trabalhar em informações apresentadas durante reunião realizada pela Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), em 10 de maio, com a presença de representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), e recebidas via Ouvidoria/MPRJ. Uma das informações apuradas inicialmente é de que haveria um cadastro de reserva de cerca de mais 9 mil aprovados em concursos realizados e homologados em momento anterior à entrada do Estado no Novo Regime de Recuperação Fiscal.   

Também serão apuradas as providências administrativas adotadas, com vistas à manutenção da oferta do ensino e à continuidade do serviço público educacional; a eventual validade dos concursos públicos realizados nos anos de 2013 e 2014 e a razão do não suprimento dos cargos vagos de docentes diante da suposta existência de candidatos aprovados e/ou cadastro reserva, considerando-se o entendimento legal de que tal reposição não viola em princípio o Regime de Recuperação Fiscal; e a higidez da conduta do gestor e de possível lesão ao interesse público e ao serviço educacional em razão da não provisão de cargos efetivos em quantitativo suficiente para a manutenção da oferta do serviço educacional com a regularidade e a qualidade constitucionalmente garantidas.    

O Ministério Público concedeu 10 dias para que a SEEDUC e a Casa Civil se manifestem sobre tais pontos.

CRAS de Mesquita certificam mais de 200 usuários em oficinas de beleza

Inscritos fazem parte dos Centros de Referência de Assistência Social do município.

Os certificados em oficinas de Cílios e Sobrancelhas, Arte em Unha, Barbearia e Tranças. Divulgação

Os usuários das oficinas de beleza dos CRAS de Mesquita concluíram mais uma etapa. Depois de três meses de dedicação e trabalho, eles puderam receber o certificado de participação nas atividades, no dia 11, no Espaço Convive. Os mais de 200 inscritos foram certificados em oficinas de Cílios e Sobrancelhas, Arte em Unha, Barbearia e Tranças.

CRAS de Mesquita

Atualmente, Mesquita conta com seis CRAS. Cada um possui sua própria agenda de atividades. Para se inscrever, o morador precisa comparecer ao equipamento mais próximo de sua casa e apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência. Além de oficinas, o morador também pode buscar serviços e atendimentos assistenciais.

CRAS Chatuba – Rua Adolfo de Albuquerque, 398.
CRAS Banco de Areia – Rua Bicuíba, 48.
CRAS Juscelino – Av. São Paulo, 465.
CRAS Rocha Sobrinho – Av. Coelho da Rocha, 1426.
CRAS Santa Terezinha – Rua Hélio Mendes do Amaral, 220.
CRAS Santo Elias – Rua Cesário, 659.

%d blogueiros gostam disto: