Polícia Civil prende estudante que realizava procedimentos estéticos ilegalmente em Nova Iguaçu

as investigações começaram após a a Polícia Civil receber denúncias da atuação clandestina da estudante de Fisioterapia.


Uma estudante de Fisioterapia foi presa acusada de realizar procedimentos estéticos ilegalmente, no bairro Jardim Paraíso, nesta quarta-feira (18). A prisão aconteceu durante operação da Delegacia de Crimes Contra o Consumidor (Decon). A acusada não teve o nome divulgado.

Segundo a Polícia Civil, as investigações começaram após a ação que interditou quatro clínicas clandestinas, na terça-feira (17), na qual os agentes receberam denúncias sobre a realização dos procedimentos pela estudante.

Ainda segundo a polícia, os agentes foram recebidos pela proprietária e responsável pelo estabelecimento, que alegou ser formada em estética, mas não conseguiu comprovar. Ela também não apresentou CNPJ, licenças ou alvarás de funcionamento da clínica.

No local foram encontrados materiais com prazo de validade vencidos, seringas usadas descartadas em lixeira comum, falta de materiais descartáveis – uma maca estava forrada por uma colcha comum – e materiais sem qualquer identificação, o que contraria as normas para realização de procedimentos estéticos.

A clínica clandestina foi interditada e a mulher autuada por prática contra as relações de consumo e a saúde pública.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: