MPRJ caça fraudadores na Baixada

O assessor de um deputado da baixada está entre os presos

Foto: Divulgação

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado (GAECO/RJ), e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), deflagraram uma operação para prender 19 integrantes de uma quadrilha especializada em fraudes no transporte de combustíveis. A ação, segundo o MPRJ é a segunda fase da operação Desvio de Rota e visa ainda o cumprimento de 38 mandados de busca e apreensão.

Cerca de 160 agentes da CSI/MPRJ, PRF e Corregedoria da PMERJ, bem como 10 (dez) Promotores de Justiça do GAECO/RJ fazem buscas pelos alvos em São João de Meriti, Belford Roxo, Duque de Caxias e Guapimirim, Na Baixada Fluminense, além da capital do Rio, São Gonçalo, Itaboraí, Piraí e Volta Redonda, e também em em Paulínia e Bauru, no estado de São Paulo. Um dos locais revistados pelos agentes foi a sede do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes), na Zona Oeste do Rio.

Até às 11h30 desta sexta-feira (10), sete criminosos haviam sido presos, entre eles, segundo RJ1, da TV Globo, o assessor do deputado estadual Giovani Ratinho (Pros), de São João de Meriti. O gabinete do deputado informou que o assessor já foi exonerado. Segundo o MPRJ, a quadrilha, que teve 29 integrantes acusados, causou prejuízo de mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: