Tipos e importância das fundações

Essa fase inicial da obra não pode ter erros

Como saber qual tipo de fundação usar?
É importante estar atento a três fatores: carga do imóvel; nível do lençol freático; e geotécnica do solo.
Para fazer essa análise dos tipos de fundação, o projetista precisa seguir a norma NBR-15.992 que dita os números mínimos de sondagens a serem realizadas conforme a topografia do local.

Outra análise feita na escolha dos tipos de fundação é quais são as fundações usadas nas edificações vizinhas. Essas informações ajudam a entender melhor o funcionamento do solo na região.

Quais são os tipos de fundação?
Existem basicamente dois tipos de fundação: as superficiais e as profundas.

As fundações superficiais ou rasas, são tipos de fundação que não excedem os 3 metros de profundidade. Elas têm baixo custo de execução, pois consomem pouco material e demandam menos maquinário.Sapatas: é recomendado para solos com boa capacidade de carga superficial e que absorvem as tensões geradas pela carga da edificação sem demandar uma área de contato com o solo tão grande.

Sapatas: são utilizadas para qualquer tipo de obra e as principais vantagens são a simplicidade na execução e o baixo custo.

Blocos: são elementos de concreto não armados e funcionam com o mesmo princípio das sapatas: a área de contato com o solo superficial é responsável por absorver todas as tensões oriundas da edificação.

Grelhas: pouco difundido no Brasil, esse tipo de fundação é um conjunto de vigas que interligam todos ou grande parte dos pilares de uma edificação e tem a função de distribuir linearmente as tensões desses pilares no solo.

Sua execução é consideravelmente complicada, pois demanda de uma armadura pesada, e não traz tantos benefícios econômicos e, tão pouco, construtivos.

Radier: o radier é considerado um tipo de fundação barato, recomendado para solos com pouca capacidade de suporte superficial. Com sua grande área de contato com o solo, o radier é capaz de distribuir de maneira muito mais eficaz as tensões da edificação.

Na próxima semana você saberá mais sobre Fundações Profundas, na 2ª parte de nossa série.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: